A BEGINNER’S GUIDE TO NURSING

A BEGINNER’S GUIDE TO NURSING
by Alexander Tsiaras
editor-in-chief of TheVisualMD
– pra quem está com o inglês afiado –
Dentre outras boas orientações:

• Get the help you need.... Just hearing from an expert that your experience is normal and that your baby is benefitting from your heroic efforts day in and day out can help you and your breastfed baby stay on track.

… Procure a ajuda necessária – Só de ouvir de um especialista que sua experiência é normal e que seu bebê está sendo beneficiado pelos seus esforços heróicos diários pode ajudar a amamentação continuar “na linha”. 

Frutas vermelhas!

Que tal colocar frutas vermelhas na alimentação?

Além de apetitosas, as frutas vermelhas possuem diversas proriedades benéficas.
 
 
 
Cada uma delas tem propriedades específicas, mas em geral são fonte de diversas vitaminas e minerais, como por exemplo, vitamina C,  C, B1, B2 e B6, magnésio e fósforo, cálcio, potássio, ferro, zinco, cobre e ácido fólico!
  
Então, mãos à obra! Frutas vermelhas na alimentação!
 
 
 
 Elas podem ser consumidas in natura, com iogurtes, na salada de frutas, com cereais… é só utilizar a imaginação e colocar essas delícias no cotidiano!

A cadeirinha é fundamental!

cadeirinha de bebêLei da Cadeirinha reduz mortes de crianças no trânsito

Leia a reportagem publicada pela revista Pais e Filhos!

Um ano após entrar em vigor, a Resolução nº277 de 28 de maio de 2008, do Conselho Nacional de Trânsito (Contram), conhecida como Lei da Cadeirinha, reduziu em 23% o número de mortes de crianças de até 10 anos de idade que estavam sendo transportadas em automóveis. Segundo o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, de setembro de 2009 a agosto de 2010, foram notificadas 296 mortes de crianças nesta faixa etária. Já entre setembro de 2010 e agosto de 2011 – ano que a lei passou a valer – o número caiu para 227.

A resolução que obriga o uso de dispositivos de retenção para o transporte de crianças fez com que, pela primeira vez em seis anos, houvesse uma queda no número de morte de crianças durante a condução. O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, reitera que a lei comprova a ideia de que aliar fiscalização severa e ações de conscientização no trânsito pode salvar vidas. Padilha ainda ressalta a participação dos pais para que haja eficácia da lei: “Os pais e responsáveis pela criança nunca podem esquecer que a lei deve ser respeitada todos os dias”, afirmou.
O estudo ainda mostra que as principais vítimas fatais são crianças de até dois anos. Dos óbitos registrados no período de setembro de 2005 a agosto do ano passado, 32% foram de crianças nesta faixa etária. No mesmo período, 42,5% dos óbitos aconteceram nos fins de semana e 24% nos meses de férias escolares.
%d blogueiros gostam disto: